O Coworking é uma modalidade que está redefinindo como trabalhamos. São profissionais como, empresários, freelancers e autônomos os que por vários motivos se utilizam desse novo espaço empresarial que oferece mais do que um escritório compartilhado, mas a conectividade entre as pessoas que estão, cada vez mais, deixando seus ambientes de trabalho tradicionais. Tentando fugir do ambiente formal de um escritório, ou das distrações que coabitam o home office, os profissionais que apostaram no coworking optaram por desenvolver ali a boa convivência e um networking importante para a carreira profissional, além de baratear os custos fixos de uma infraestrutura.

Muitos daqueles que empreendem nesses novos espaços entendem que mesmo sendo um local fechado, com inúmeras pessoas e atingindo os mais variados mercados devem ser garantidas a segurança e o bem-estar físico e mental de todos os que ali coabitam. O conforto do ambiente de trabalho está regulamentado através da Norma Regulamentadora nº 17 (NR17) do Ministério do Trabalho relacionada à Ergonomia.

Em qualquer local de trabalho, a NR17 aponta os critérios e exigências, por exemplo, para o mobiliário mais adequado e confortável para a jornada de 08 horas de trabalho com o objetivo de prevenir queixas e doenças osteoarticulares relacionadas ao trabalho (DORT) e lesão por esforço repetitivo (LER). Postos de trabalho que não atendem ou atendem parcialmente itens preconizados por esta Norma podem acarretar posturas corporais incorretas de segmentos do corpo tais como coluna e membros superiores.  Além disso, avaliar a organização das tarefas para evitar o surgimento de doenças mentais relacionadas ao trabalho com a inexistência de pausas programadas, cumprimento de metas já definidas, nível técnico e intelectual exigido para a execução da tarefa, monotonia, dentre outros fatores que podem comprometer a saúde mental do trabalhador.

Para esta prevenção eficaz e a tomada de medidas para atingi-la, a análise ergonômica do trabalho é o documento técnico que permitirá este estudo e avaliação prévia.

Gostou de saber mais sobre os Riscos Ergonômicos no Ambiente de coworking?

Procure a Ser Saúde Ocupacional e solicite uma avaliação Ergonômica do seu espaço para atender as diretrizes que compõem a NR 17.

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todos os nossos conteúdos exclusivos.

 

* Referência: