planejamento para prevenção de riscos do trabalho é a melhor forma de garantir a segurança dos colaboradores da empresa. Os acidentes de trabalho fazem parte do negócio, especialmente em alguns setores que estão mais expostos aos riscos. Porém, eles podem ser minimizados com certo planejamento.

Isso apresenta um grande desafio para os gestores, que precisam encontrar formas de gerenciar os possíveis riscos referentes a cada profissão. Não somente isso é essencial para cuidar da saúde do colaborador, mas também para aumentar a produtividade e diminuir os danos financeiros a empresa.

Por que fazer o planejamento para a prevenção de riscos de acidentes do trabalho?

Sem o planejamento e a prevenção de riscos, os profissionais e gestores de SST se veem em uma posição perigosa. Primeiramente, o número de ocorrências tende a ser muito maior se não existe um plano claro para impedir que elas ocorram.

Além disso, sem o planejamento, o gestor pode se ver obrigado a lidar com uma situação para a qual não está preparado. Ambos são problemas graves e devem ser evitados.

Portanto, do ponto de vista da prevenção de acidentes e do controle, o planejamento é essencial.

Como fazer o planejamento para prevenção de riscos?

Apesar de os acidentes acontecerem com certa frequência, em grande parte dos casos, eles podem ser prevenidos. Mas para isso é preciso planejar.

O mais importante para fazer o planejamento é garantir que os riscos são conhecidos. Este é o maior objetivo da prevenção: encontrar todos os potenciais perigos e planejar as medidas para evitá-las.

Uma das formas de fazer isso é estabelecer a CIPA. As Comissões Internas de Prevenção de Acidentes são responsáveis por dar este primeiro passo vital no planejamento. Eles vão analisar todo o ambiente de trabalho, para encontrar todos os potenciais riscos.

Em seguida, é dado o segundo passo, que é avaliar estes riscos e diminuir a sua possível incidência.

Os fatores que levam a uma possível ocorrência

Para fazer um bom planejamento para prevenção de riscos do trabalho é preciso conhecer quatro fatores cruciais, que envolvem praticamente qualquer ocorrência. Eles são:

• Perigos: Este é o ponto mais básico. A CIPA e os profissionais de SST encontram todos os perigos para desenhar soluções de prevenção e reação.
• Desvios: São os desvios de conduta, não necessariamente por escolha do colaborador. Toda tarefa dentro de um ambiente de trabalho é feita de uma forma específica. Se o colaborador a faz de uma maneira diferente, ele está automaticamente se expondo a riscos. No planejamento, é importante reconhecer estes desvios e evitar que eles ocorram.
• Exposição e severidade: São dois conceitos que andam em conjunto e quanto mais alto cada um deles for, maior é o grau de atenção. No planejamento, também são avaliadas estas características.

Como ficou claro, o planejamento para a prevenção de riscos do trabalho é essencial para identificar e determinar as principais ações para impedir que os acidentes de trabalho ocorram de maneira desenfreada.

 

*Fonte: https://ww2.soc.com.br/2020/04/importancia-do-planejamento-para-prevenir-riscos-de-trabalho/